sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Bolo de abóbora encharcado com calda de laranja e licor Beirão



E para finalizar o mês deixo-vos um bolo de abóbora que é uma delícia. Húmido, cítrico e muito aromático...





Ingredientes:

Para o bolo

  • 700g de abóbora descascada e partida aos cubos
  • 7 ovos
  • 7 colheres de sopa de farinha com fermento
  • 300g de açúcar
  • 1 colher de sobremesa de canela em pó
  • raspa de meia laranja
Para a calda
  • 100g de açúcar
  • raspa de meia laranja
  • sumo de 1 laranja
  • sumo de 1 limão galego
  • 5 colheres de sopa de licor Beirão
  • 1 pau de canela

Preparação:

Coza a abóbora num tacho com água e de seguida escorra bem toda a água e esmague-a com um garfo. Deixe-a arrefecer e entretanto bate os ovos com o açúcar até formar um creme homogéneo. Após, acrescente a canela em pó, a raspa de meia laranja e a abóbora esmagada e volte a mexer. Por fim, peneire a farinha e envolva-a na massa do bolo. Leve ao forno, num tabuleiro forrado com papel vegetal, a 180º por cerca de 30 minutos. Faça o teste do palito para verificar a cozedura e deixe arrefecer.

Enquanto isso, dedique-se a fazer a calda levando ao lume uma frigideira com o açúcar, o sumo da laranja e do limão galego, a restante raspa da laranja, o licor Beirão e o pau de canela. Mexa tudo para que o açúcar se dissolva e deixe ganhar consistência.

Parta o bolo em quadrados do tamanho que desejar e deite a calda por cima. Por fim faça um chá que seja do seu agrado e sente-se a saborear...



quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Queijo Feta com cebola caramelizada e tomate cereja



Simples, rápida e super deliciosa esta entrada de queijo feta. Experimente e comprove!




Ingredientes:

  • 200 g de queijo feta
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho
  • 1 ramo de alecrim fresco
  • azeite q.b.
  • 15 tomates cereja
  • oregãos secos q.b.
  • 1 colher de sobremesa de mel
  • piripiri a gosto (opcional)




Preparação:

Descasque a cebola, parta-a ao meio no sentido do comprimento, deite as 2 metades de lado e fatie finamente. Leve a cebola ao lume numa frigideira com um fio de azeite. Quando estiver a querer começar a alourar junte-lhe os alhos ralados e as folhas de alecrim picadas (não coloque de inicio para não queimarem) e mantenha a frigideira ao lume até ficar bem dourada. Acrescente o mel e o piripiri, mexa e deixe arrefecer.

Entretanto, parta o queijo em quadrados pequenos e os tomates cereja em metades. Quando a cebola caramelizada estiver fria envolva-a com o queijo e os tomates e polvilhe tudo com oregãos.



Bom Apetite!

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Bife com molho de café

Se não nos perdoamos por nossos erros, e aos outros pelos sofrimentos que nos infligiram, terminamos debilitados pela culpa. A alma não consegue crescer sob um cobertor de culpa, porque a culpa é isoladora, enquanto o crescimento é um processo gradual de reconexão com nós mesmos, com outras pessoas, e com um todo maior.

Joan Borysenko



Ingredientes:

  • 2 bifes da vazia
  • sal q.b.
  • mistura de 5 pimentas q.b.
  • alho em pó q.b.
  • azeite q.b.
  • 1 colher de sopa de margarina
  • 200 ml de natas light
  • 1 colher de sopa de mistura de cereais com 20% de café
  • sumo de limão q.b.

Preparação:

Lave e enxugue muito bem os bifes. Leve uma frigideira ao lume com um pouco de azeite e quando este estiver quente, junte-lhe os bifes para selar a carne de ambos os lados. Tempere a carne com sal, a mistura de 5 pimentas moídas na hora e alho em pó e dê-lhes a companhia da margarina. Quando a carne estiver no ponto do seu agrado, retire-a e reserve-a. 

À frigideira acrescente as natas, a mistura de cereais com café e um pouco de sumo de limão a gosto. Mexa tudo e acerte o tempero. Leve a carne de volta à frigideira juntamente com os sucos que entretanto libertou. Chame a cara metade e sentem-se à mesa para juntos saborearem este bife com aroma a café...

Bom Apetite!

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Creme de cenoura e gengibre



Hoje deixo-vos um receita bem light, excelente para aqueles dias de desintoxicação dos excessos de alguma festa.




Ingredientes:
  • 1 cebola grande ou 2 pequenas
  • 4 dentes de alho
  • azeite q.b.
  • 2 nabos
  • 6 cenouras grandes
  • 1 colher de sopa de gengibre ralado
  • 1 litro de água
  • sal q.b.
  • 1 colher de sobremesa de caril em pó
  • 2 pés de folhas de aipo bem picadas



Preparação:

Parta as cebolas em meias luas e esmague os dentes de alho. Leve-os ao lume brando numa panela com um fio de azeite e deixe que as cebolas fiquem translucidas. Entretanto, descasque a cenouras e os nabos, parta-os aos cubos, rale o gengibre e adicione tudo ao refogado. Mexa bem e tape a panela deixando-a em lume brando durante 5 minutos. De seguida, acrescente a água quente e tempere com sal. Quando os legumes estiverem cozidos, triture com a varinha mágica até que fique bem cremoso. Se necessário, acrescente mais água e leve novamente ao lume. Tempere com o caril em pó e na hora de servir polvilhe com as folhas de aipo finamente cortadas.

E está pronta uma refeição leve e cheia de aroma.

Bom Apetite!

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Bolinhas de atum com sementes de sésamo



Às vezes apetece-nos uma refeição leve e que não nos faça ficar muito tempo de volta do fogão. Estas bolinhas são excelentes para esses dias! Rápida execução e com ingredientes que há sempre em casa e que mesmo assim enchem a mesas e os olhos esfomeados!




Ingredientes:

  • 2 latas de atum
  • 8 azeitonas verdes recheadas com pasta de pimento cortadas grosseiramente
  • 2 colheres de sopa de pickles bem picados
  • alho em pó q.b.
  • 2 colheres de sopa de molho de tomate
  • picante a gosto
  • sal q.b.
  • salsa picada q.b.
  • oregãos q.b.
  • 1/5 de pimento verde cortado em pedaços pequenos
  • 1/5 de pimento vermelho cortado em pedaços pequenos
  • 3 colheres de sopa de pão ralado
  • 1 ovo
  • sementes de sésamo q.b.

Preparação:

Escorra bem as 2 latas de atum e deite o peixe numa taça. Adicione as azeitonas, os pickles, os pimentos, o molho de tomate, a salsa e os oregãos e envolva tudo. Tempere com sal (não muito porque o atum já tem sal), picante a gosto e alho em pó. Mexa tudo e acrescente o pão ralado. Envolva e de seguida junte o ovo batido voltando a mexer até obter uma massa consistente. Forme pequenas bolas com as mãos e após passe-as por sementes de sésamo.

Forre um tabuleiro com papel vegetal e leve estas bolinhas ao forno pré-aquecido a 200º por cerca de 20 minutos ou até ficarem com aspecto crocante.
Sirva como entrada ou como petisco ou até mesmo como prato principal com um acompanhamento do seu agrado.

Esta é uma receita rápida e muito fácil de fazer mas nem por isso deixa de ser um belo petisco!



domingo, 26 de janeiro de 2014

Pudim de canela



Este pudim é uma verdadeira delícia! Até agora, todos os que o provaram tecem imensos elogios e claro, pedem a receita... Se gosta de canela vai com toda a certeza adorar.




Ingredientes:

  • 1 litro de leite
  • 1 zeste de limão e um pouco de raspa
  • 300 g de açúcar
  • 1 colher de chá de canela em pó 
  • 10 ovos
  • caramelo q.b.

Preparação:

Leve o leite ao lume com a zeste e a raspa de limão e deixe levantar fervura. Entretanto, bata os ovos e adicione o açúcar e a canela. Cá em casa, não gostamos que ele fique muito doce, por isso se é daquelas pessoas bem gulosas, ponha um pouco mais de açúcar. Também pode colocar mais canela se for do seu agrado. Quando conseguir uma mistura homogénea, vá juntando o leite mexendo sempre para que não coza os ovos. Não se esqueça de previamente retirar a zeste de limão. 

De seguida, forre uma forma de pudim com o caramelo e adicione a mistura anterior. Leve o pudim a cozer em banho-maria, em forno pré-aquecido a 200º, por cerca de 1h e 10 minutos. No final da cozedura deixe arrefecer um pouco e desenforme. Depois é só controlar a vontade de o comer ainda morno...

Bom Apetite!

sábado, 25 de janeiro de 2014

Rolinhos de peixe com presunto e miolo de camarão



Hoje deixo aqui como sugestão uns filetes de peixe com um ar festivo e fáceis de fazer. Aproveitem bem o fim-de-semana e convidem uns amigos para a prova...




Ingredientes:

  • 8 filetes de peixe (usei de abrótea)
  • fatias de presunto bem finas q.b.
  • sal q.b.
  • pimenta branca q.b.
  • alho em pó q.b.
  • oregãos secos q.b.
  • sumo de 1 limão
  • raspa de 1/2 limão
  • 200 ml de natas light
  • 250 mg de miolo de camarão
  • coentros bem picados q.b.
  • 1 colher de café de pimentão doce
  • azeite q.b.

Preparação:

Comece por partir os filetes em dois no sentido do comprimento. Se forem muito grandes, corte-os também ao meio. Faça uma marinada com o sumo e raspa de limão, a pimenta branca, o alho em pó, os oregãos e o sal (tenha em atenção a quantidade de sal pois o presunto é salgado). Reserve o peixe nesta marinada pelo menos duas horas. Os meus foram temperados de véspera e guardados no frigorífico. 

Pré-aqueça o forno a 180º. Corte as fatias de presunto a meio no sentido do comprimento e coloque por cima do peixe, enrolando de forma a que o presunto fique por fora. Segure com um palito. Num tabuleiro de forno ponha um fio de azeite e os rolinhos de peixe. Salpique com oregãos e regue com um pouco mais de azeite. Leve ao forno por 10 minutos.

Entretanto, leve uma frigideira ao lume com um fio de azeite. Quando este aquecer coloque os camarões e deixe-os fritar um pouco no azeite. Após, adicione as natas e a marinada dos filetes. Mexa e deixe levantar fervura. De seguida rectifique os temperos (os meus precisaram de mais um pouco de sumo de limão) e acrescente os coentros. Deite este preparado por cima dos rolinhos, tendo o cuidado de deixar a maior parte do camarões em cima do peixe e leve mais um pouco ao forno para gratinar.

Sirva ainda bem quente com o molho por cima. Ficam deliciosos ao paladar e são uma alegria para os olhos.

Bom Apetite!

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Camarões com molho de cerveja preta



Vamos petiscar?




Ingredientes:

  • 20 camarões
  • azeite q.b.
  • 1/2 cebola
  • 6 dentes de alho
  • 1 colher de café de pimentão doce
  • 1 colher de café de coentros em pó
  • coentros frescos picados q.b.
  • sumo de 1 limão
  • raspa de 1/2 limão
  • sal q.b.
  • pimenta q.b. 
  • piripiri q.b.
  • 150 ml de cerveja preta

Preparação:

Comece por levar uma panela ao lume com sal, 1/2 cebola partida em gomos grossos e 1 dente de alho esmagado. Quando levantar fervura acrescente os camarões e deixe-os cozer por 2 a 3 minutos. Entretanto leve ao lume uma frigideira larga com azeite e os dentes de alho bem picados. Adicione o pimentão doce e os coentros em pó. Mexa tudo antes de lhes juntar os camarões pré-cozidos e acrescente uma concha do caldo da cozedura. Deixe ferver e refresque com o sumo e a raspa do limão seguido da cerveja preta. Tempere com sal, pimenta e piripiri e deixe o álcool evaporar. Junte os coentros frescos bem picados e sente-se à mesa com um pedaço de pão e um copo de vinho... Uma delícia de petisco!

Bom Apetite!

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Coelho à caçador com inhames fritos



Coelho à caçador é possivelmente a receita de coelho mais famosa do país. Uns gostam dele mais picante, outros nem tanto, uns aromatizam com ervas e outros não as usam... enfim há para todos os gostos. 
Cá em casa gostamos bastante desta carne e como nos arranjaram uns de caça resolvi fazer este prato de uma forma tradicional mas com um acompanhamento diferente - inhames fritos em azeite à moda dos Açores.




Ingredientes:

  • 1 coelho
  • 2 folhas de louro
  • 1/2 garrafa de vinho tinto
  • 6 dentes de alho
  • sal q.b.
  • mistura de 5 pimentas q.b.
  • piripiri q.b.
  • 1 colher de sobremesa de ervas da Provença
  • 1 galho de alecrim fresco
  • 2 colheres de sobremesa de colorau
  • 5 colheres de sopa de azeite
  • 2 cebolas
  • 1/2 pimento verde cortado em pedaços
  • 2 tomates bem maduros e sem pele
  • 2 inhames  (ver aqui)
  • cebolinho q.b.

Preparação:


Parta o coelho e tempere-o com sal, a mistura de pimentas, piripiri, as folhas de louro partidas, os dentes de alho ralados, as ervas da Provença, as folhas de alecrim, o colorau, 2 colheres de sopa de azeite e o vinho tinto. Mexa tudo e guarde o coelho a marinar por cerca de 2 horas.

Pique as cebolas e leve a refogar com o restante azeite e os pimentos num tacho largo. Após, junte o coelho e deixe-o fritar um pouco de ambos os lados. Corte os tomates em pequenos pedaços, adicione-os ao tacho e deixe apurar. De seguida, regue o coelho com a marinada de vinho tinto. Deixe ferver e rectifique o tempero. Tape e deixe cozinhar por cerca de 45 minutos. Não deixe ficar seco, se necessário acrescente um pouco de água ou ainda melhor um pouco de caldo de carne.

Entretanto descasque os inhames, corte-os às rodelas e leve a cozer em água temperada com sal. Quando estiverem prontos, escorra bem a agua e reserve. Leve ao lume uma frigideira com azeite e quando estiver quente aloure os inhames de ambos os lados.

Sirva o coelho polvilhado com cebolinho fresco e os os inhames açorianos. Regue com o molho e saboreie! 


quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Inhames



O Inhame é um tubérculo parecido com a batata doce e muito comum nos Açores. Durante muitos anos fez parte da dieta básica do povo das ilhas, principalmente nas zonas rurais.
Dá-se muito bem em zonas húmidas, pelo que muitas vezes é cultivado ao pé de ribeiras. É colhido entre Dezembro e Março e normalmente ao fim de um ou dois anos.
A sua planta é rustica, perene e de folhas largas dando também uma graça decorativa ao jardim. O tamanho do tubérculo é muito variável e a sua pele é áspera e difícil de descascar. Os mais pequenos são chamados por aqui de "minhotos", mas não me perguntem porquê pois nunca ninguém me soube dizer. A cor da polpa varia entre tons esbranquiçados, amarelados e rosados.



Nos Açores o inhame é muito utilizado para acompanhar pratos de carne de porco, nomeadamente torresmos, morcelas e linguiças. Há também quem o use em sopas como substituição da batata e para acompanhar peixe frito.
Este tubérculo é uma grande fonte de energia pois é rico em hidratos de carbono e pobre em gorduras e muito rico em vitaminas e sais minerais. 




A casca do inhame é um pouco irritativa para as mãos pelo que se aconselha o uso de luvas. Há quem os coza com a casca, para isso tem que os raspar e lavar bem para retirar toda a terra que sempre trazem. Eu costumo usar os mais pequenos e prefiro descasca-los antes de os levar a cozer. Consoante o tamanho dos inhames e a forma com se partem levam em média cerca de 20 minutos a cozer na panela de pressão. Depois de estarem cozidos podem ser fritos, salteados ou até transformados em puré. Há também quem os use para fazer doces e sobremesas mas eu nunca experimentei.


terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Frango com caju



Há uns anos atrás provei este prato, ou algo parecido, em casa de um amigo. Ele disse-me ser um prato Vietnamita e o jantar foi um sucesso. Não descansei enquanto não experimentei e sempre que o faço retiro ou acrescento algo. O melhor resultado das várias tentativas foi este. Não está igual mas está parecido e muito aromático e saboroso. 




Ingredientes:

  • 4 peitos de frango sem osso
  • óleo q.b.
  • 500 g de brócolos  partidos
  • 1 iogurte natural
  • 200 ml de leite de coco
  • 1 colher de sopa de gengibre ralado
  • sal q.b.
  • pimenta q.b.
  • alho em pó q.b.
  • raspa de 1/2 lima
  • 50 g de caju

Preparação:
Parta os peitos de frango em cubos e tempere-os com sal, pimenta, alho em pó, gengibre ralado e raspa de lima. Massaje bem a carne e reserve por uma hora no frigorífico. Na hora de meter mãos à obra, aqueça um pouco de óleo num Wok e quando estiver quente vá adicionando o frango por partes. Consoante for ficando dourado, retire-o e reserve.

Quando todo o frango estiver dourado, limpe o Wok da gordura que sobrou e adicione o iogurte e o leite de coco. Mexa para a mistura ficar homogénea, adicione o frango e deixe levantar fervura. Quando isto acontecer, rectifique os temperos e junte os brócolos. Tape e deixe cozinhar até o brócolos estarem no ponto (tenha cuidado para não cozerem demasiado). Após, retire do lume e adicione os cajus grosseiramente partidos.

Sirva quente acompanhado com um arroz seco.

Bom Apetite!

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Dip Mexicano de feijão frito e queijo



Há pratos que nos transportam para lugares distantes e este leva-nos até ao México. É delicioso!




Ingredientes:
  • 1 Lata de pasta feijão frito Mexicano
  • 1 Embalagem de queijo tipo Philadelphia
  • Molho de tomate picante com pimentos qb.
  • Queijo mozzarella ralado

Preparação:

Cubra o fundo de um tabuleiro de forno com o feijão frito e por cima espalhe o queijo Philadelphia. De seguida cubra com o molho de tomate picante e para finalizar coloque o queijo mozzarella ralado. Leve ao forno a gratinar e sirva de imediato com tostas ou nachos.

Como entrada ou como petisco é sempre um sucesso!

domingo, 19 de janeiro de 2014

Pevides de abóbora tostadas



Não desperdice a parte mais nutritiva da abóbora e faça um excelente petisco. As sementes são um excelente relaxante natural e por serem ricas em fibras ajudam a regular o trânsito intestinal. Descascadas numa salada ou em cima de um creme de abóbora ficam deliciosas.





Preparação:


Pré-aqueça o forno a 170º. Lave bem as pevides, para que não fique com restos de abóbora e seque-as num pano. Disponha-as num tabuleiro largo forrado com papel vegetal e polvilhe-as com sal e piripiri moído. Leve ao forno por cerca de 20 minutos ou até estarem douradas. Depois é só saborear e usar a imaginação!



sábado, 18 de janeiro de 2014

Creme de abóbora com maçã e rúcula





Ingredientes:

  • 1kg de abóbora descascada
  • 1 cebola
  • azeite q.b.
  • 2 maçãs
  • sal q.b.
  • 1 colher de café de noz moscada
  • uma pitada de cominhos
  • 2 dentes de alho
  • 1 molho de rúcula

Preparação:

Comece por levar uma panela ao lume com um fio de azeite e a cebola cortada em meias luas bem finas e deixe alourar bem. De seguida, junte a abóbora cortada em pedaços pequenos, as maçãs descascadas e partidas aos cubos e os 2 dentes de alho. Tempere com sal, noz moscada e cominhos. Mexa tudo e deixe a panela tapada em lume brando durante uns minutos. Após acrescente água quente a cobrir ligeiramente a abóbora e deixe acabar de cozer. 

Quando terminar a cozedura triture tudo com a varinha mágica até que forme um creme homogéneo e rectifique os temperos. Acrescente a rúcula grosseiramente picada e deixe ao lume mais uns 3 a 5 minutos em lume brando. Depois sirva quente e reconforte a alma...

Bom Apetite!

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Filetes de abrótea com crosta de bolacha integral e um arroz de coentros





Ingredientes:

Para os filetes
  • 3 filetes de abrótea
  • sumo de 1 limão galego
  • sal q.b.
  • pimenta branca q.b.
  • alho em pó q.b.
  • 10 bolachas integrais
  • azeite q.b.
  • 1/2 cebola
  • 1/2 pimento verde
  • 1 cenoura
Para o arroz:
  • 1 chávena de arroz
  • 3/4 de chávena de vinho branco
  • 1 chávena de água
  • 1/2 cebola
  • 2 dentes de alho
  • 1 colher de chá de sementes de coentros trituradas
  • 1 molho de coentros finamente picados
  • sal q.b.
  • azeite q.b.

Preparação:

Lave e seque os filetes, parta-os ao meio e tempere-os com sal, pimenta, alho em pó e sumo de limão. Reserve no frigorífico por meia hora. Após, disponha os filetes num tabuleiro, que possa ir ao forno, com um fio de azeite. Numa taça triture as bolachas, junte-lhe a marinada do peixe e rectifique o tempero. Disponha esta massa de bolacha por cima dos filetes e leve ao forno pré-aquecido a 180º até o peixe estar cozinhado e a crosta da bolacha com aspecto crocante.

Entretanto trate do arroz. Leve um tacho ao lume com um fio de azeite, a cebola picada, os alhos picados e as sementes de coentros. Quando alourar acrescente o arroz e vá mexendo durante uns minutos. De seguida, refresque com o vinho branco e deixe cozinhar até o álcool evaporar e o arroz começar a ficar seco. Junte então a água (preferencialmente quente), deixe ferver e tempere com sal. Adicione os coentros mexa e tape o tacho deixando-o em lume brando a terminar a cozedura.

Voltando aos filetes, leve uma frigideira ao lume com um fio de azeite, a cebola cortada em meias luas, o pimento em tiras e cenoura raspada e deixe refogar. Tempere com sal, pimenta branca e alho em pó. Quando pronto disponha por cima da crosta de bolacha dos filetes e sirva acompanhado pelo aromático arroz de coentros.

Bom Apetite!

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Doce de abóbora com nozes





Ingredientes:

  • 600g de abóbora descascada
  • sumo de 1 laranja
  • raspa de 1/2 laranja
  • sumo de um limão pequeno
  • 200g de açúcar branco
  • 100g  de açúcar mascavado
  • 1 colher de sobremesa de canela em pó
  • 100g de nozes grosseiramente picadas

Preparação:

Comece por partir a abóbora em pedaços pequenos e leve ao lume num tacho com um pouco de água a cobrir o fundo (o suficiente para a abóbora não queimar). Deixe cozer durante cerca de 15 minutos.

Quando estiver cozida esmague-a grosseiramente com um esmagador de batatas. Adicione os sumos da laranja e do limão, a raspa da laranja, o açúcar, a canela e as nozes. Mexa bem para dissolver o açúcar e leve novamente ao lume. Deixe cozinhar em lume brando durante 20 a 30 minutos mexendo de vez em quando. Quando estiver no ponto coloque num frasco de vidro esterilizado e guarde para saborear quando lhe apetecer.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Entrecosto agridoce na companhia de batatas salteadas com legumes





Ingredientes:

Para o entrecosto agridoce

  • Uma peça de entrecosto
  • azeite q.b.
  • sal q.b.
  • sumo de 1 limão
  • sumo de 1 laranja
  • 3 folhas de louro
  • 1 colher de sobremesa de colorau
  • 1 colher de chá de noz moscada
  • 1 colher de chá de canela em pó
  • 2 colheres de sopa de açúcar mascavado
  • 2 colheres de sopa de polpa de tomate
  • 1 colher de sopa de vinagre balsâmico
  • alecrim seco q.b.
  • tomilho seco q.b.
  • segurelha seca q.b.
  • 1 colher de sobremesa de mostarda Dijon
  • 2 colheres de sopa de Brandy
  • pimenta preta moída na hora q.b.
  • piripiri moído q.b.
  • 4 dentes de alho ralados
Para as batatas salteadas com legumes
  • batatas pequenas na quantidade que desejar
  • brócolos
  • cenouras
  • 1 cebola
  • 3 dentes de alho
  • folhas de espinafres
  • azeite q.b.
  • sal q.b.
  • 1 colher de sobremesa q.b.
  • 1 pitada de pimenta preta

Preparação:

Comece por secar bem a peça de carne para que não contenha restos da água da lavagem. Depois, faça uma pasta com um fio de azeite e sal grosso e massaje bem a carne de ambos os lados, antes de a levar ao lume numa chapa ou frigideira bem quente e deixe selar de ambos os lados. Reserve a carne num tabuleiro de forno.

Entretanto, numa taça, prepare o molho agridoce começando por espremer o sumo à laranja e ao limão. Adicione a polpa de tomate, a mostarda Dijon, o vinagre balsâmico e o brandy, mexendo para uniformizar o molho. Tempere com o açúcar mascavado, a canela, a noz moscada, a pimenta, o piripiri e o colorau e vá mexendo. Por último, junte os alhos ralados ao molho e as ervas aromáticas tendo o cuidado de partir as folhas do louro em várias partes. Depois de mexer bem, prove para ver se está do seu agrado. Dependendo se gosta mais do ácido ou do doce poderá ter que acrescentar mais vinagre ou mais açúcar. Não se esqueça que já temperou a carne com sal.

Deite o preparado anterior por cima do entrecosto certificando-se que toda a peça está em contacto com o molho e reserve pelo menos meia hora para a carne ganhar sabor. Por fim, leve o tabuleiro ao forno pré-aquecido a 180º por 45 minutos.

Enquanto assa o entrecosto, lave bem as batatas com a casca e corte-as às rodelas e as cenouras em pedaços pequenos. Leve-as a cozer num tacho com água e sal. Parta os brócolos e junte-os ao tacho a meio da cozedura. 

Entretanto, parta a cebola às rodelas, esmague os dentes de alho e leve ao lume numa frigideira com um fio de azeite e o colorau. Quando a cebola estiver a ficar dourada, acrescente as batatas, as cenouras e os brócolos previamente cozidos e as folhas de espinafres. Vá salteando e rectifique os temperos. Sirva com o entrecosto às tiras regado com o molho agridoce. 

Finalmente sente-se à mesa em boa companhia e delicie-se!

domingo, 12 de janeiro de 2014

Medalhões de novilho com puré de batata doce e espinafres



Há dias em que nos apetece algo diferente e cheio de sabor... Esta receita é bastante rápida e fácil de fazer. Ah... e bem gostosa!




Ingredientes:

Para os medalhões de novilho
  • 4 medalhões de novilho
  • 4 dentes de alho
  • azeite q.b.
  • sal q.b.
  • mistura de 5 pimentas moídas na hora
  • 1 noz de margarina
  • 100 ml de cerveja
  • 1 colher de sobremesa de mostarda dijon
  • 6 colheres de sopa de molho Béchamel
Para o puré de batata doce e espinafres
  • 1 ou 2 batatas doces dependendo do tamanho
  • 1 molho de espinafres picados
  • 1 cebola
  • azeite q.b.
  • leite q.b.
  • sal q.b.
  • 1 colher de chá de noz moscada

Preparação:

Medalhões de novilho
Ponha uma frigideira ao lume com um fio de azeite e quando este estiver bem quente coloque a carne e deixe-a selar bem de ambos os lados. Adicione os alhos laminados e a margarina e tempere com sal e pimenta. Deixe cozinhar um pouco em lume brando e quando a carne estiver no ponto, retire-a da frigideira e reserve. Ao molho que ficou na frigideira, acrescente a cerveja e o molho Béchamel, a mostarda dijon e vá mexendo para que fique homogéneo. Rectifique os temperos e volte a colocar a carne e os sucos que esta libertou. Retire do lume.


Puré de batata doce com espinafres
Descasque a batata e corte-a em pequenos pedaços. Leve ao lume um tacho com um fio de azeite e acrescente a cebola cortada finamente em meias luas. Quando esta estiver douradinha adicione a batata doce, tempere com sal e noz moscada e deixe cozinhar em lume brando com o tacho tapado. Vá mexendo de vez em quando e se estiver a ficar seco vá regando com leite. Quando a batata estiver a ficar cozida, acrescente os espinafres finamente picados e deixe cozinhar até tudo estar cozido. Esmague bem esta mistura com a ajuda de uma prensa para batatas. Rectifique os temperos e usando duas colheres de sopa dê forma de pasteis ao puré e sirva a acompanhar os medalhões de novilho com molho delicioso.

Bom Apetite!

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Massada de peixe com camarão





Ingredientes:
  • 1 cebola
  • 3 dentes de alho
  • azeite q.b.
  • peixe que preferir cortado em pequenos quadrados
  • 1 tomate maduro cortado em cubos
  • 1 folha de louro
  • 1 colher de sobremesa de pimentão doce
  • 1/4 de pimento verde cortado em tiras pequenas
  • 150 ml de vinho branco
  • 3 colheres de sobremesa de sopa instantânea de marisco
  • sal q.b.
  • pimenta e piripiri q.b.
  • 1 colher de sobremesa de coentros e pó
  • camarões na quantidade que desejar
  • massa a gosto
  • salsa 

Preparação:

Coloque uma panela com água e sal ao lume e coza a massa até que fique al dente.

Entretanto, comece por picar a cebola e os alhos e leve-os ao lume num tacho com um fio de azeite. Deixe refogar e acrescente o pimento verde, o tomate, o pimentão doce, o louro e os coentros em pó. Deixe apurar um pouco e depois acrescente o peixe. Numa chávena, dissolva a sopa instantânea de marisco com o vinho branco e adicione ao tacho. Deixe ferver e tempere com sal, pimenta e piripiri a gosto. Quando o peixe estiver quase pronto dê-lhe a companhia dos camarões e deixe cozinhar mais uns minutos. Acrescente a massa previamente cozida e misture tudo.  

Sirva bem quente com salsa picada e uma bela fatia de pão para que se delicie com o molho...

Bom Apetite!

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Costeletas de porco com molho de natas e cogumelos



Às vezes apetece-nos comer algo cheio de sabor e aroma mas estamos cheios de preguiça... Esta é uma daquelas refeições que se preparam num instante e consolam a alma!





Ingredientes:
  • 6 costeletas de porco
  • azeite q.b.
  • sal q.b.
  • pimenta branca q.b.
  • 4 dentes de alho
  • 1 colher de sopa de pimenta salgada cortada em tiras finas
  • 150 ml de natas de soja
  • 1 lata de cogumelos
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 100 ml de vinho branco
  • 1 colher de chá de colorau
  • 1 colher de chá de tomilho seco
  • 1 colher de chá de alecrim seco
  • salsa fresca picada

Preparação:

Coloque uma frigideira ao lume com o fio de azeite e quando este estiver quente ponha as costeletas selando-as rapidamente de ambos os lados. Baixe o lume e adicione a pimenta salgada e os dentes de alho picados. Tempere com pimenta branca e acrescente as ervas secas. Quando a carne estiver cozinhada retire-a da frigideira e reserve. Entretanto, na mesma frigideira, salteie os cogumelos com a manteiga e polvilhe-os com o colorau. Refresque com o vinho branco e por fim junte-lhes as natas de soja mexendo sempre. Rectifique os temperos acrescentando sal se necessário.

Sirva acompanhado com esparguete cozido e decorado com salsa fresca picada.

Bom Apetite!

sábado, 4 de janeiro de 2014

Lasanha de atum



Normalmente cozinho à laia do improviso e vou usando o que tenho à mão. Nunca gostei muito de estar presa a receitas, a pesar e a medir tudo. Agora dou por mim a pesar e a medir para poder partilhar... Espero que este blog seja tão útil para alguém como são para mim todos os blogs que visito regularmente e que me vão inspirando para os próximos pratos. 
Esta lasanha também foi improvisada mas aprovada por quem a comeu. 




Ingredientes:

  • 1 cebola
  • 3 dentes de alho
  • 1/4 de pimento verde (grande)
  • 1/4 de pimento vermelho (grande)
  • 1 lata de cogumelos laminados
  • 2 colheres de sopa de pickles picados
  • 5 colheres de sopa de milho doce
  • 8 azeitonas verdes picadas
  • 1 cenoura pequena ralada
  • 1 copo de vinho branco
  • 1 tomate maduro em cubos pequenos
  • 6 colheres de sopa de concentrado de tomate
  • 200 ml de molho Béchamel
  • queijo mozzarella ralado q.b.
  • sal q.b
  • pimenta e piripiri q.b.
  • oregãos q.b.
  • salsa fresca q.b
  • massa para lasanha
  • azeite q.b.

Preparação:

Pique a cebola e os alhos e leve ao lume num wok com um fio de azeite. Quando a cebola estiver macia junte os pimentos cortados em tiras pequenas e os cogumelos grosseiramente picados e deixe refogar um pouco. Acrescente o atum e depois o tomate e vá mexendo. Refresque com o vinho branco e depois dê-lhe mais cor com o concentrado de tomate. Junte a cenoura ralada, as azeitonas, os pickles picados e o milho doce. Tempere com sal, pimenta e piripiri a gosto e deixe cozinhar um pouco em lume brando para apurar o molho. Acrescente os oregãos e a salsa picada quando estiver quase pronto.

Entretanto, cubra o fundo de um pírex com molho Béchamel e por cima deste coloque as placas de massa que forem necessárias. Por cima da massa deite um pouco da mistura de atum e novamente as placas de massa. Vá repetindo esta sequência até encher o pírex ou  acabar com o atum. Finalize com as placas de lasanha e regue-as com o restante molho Béchamel. Polvilhe com queijo mozzarella ralado e leve ao forno pré-aquecido a 180º durante 15 a 20 minutos. 

Sirva com legumes cozidos ou uma salada verde. Eu servi com brócolos.

Bom Apetite!





sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Bora lá comer Goiabas!



A goiaba é um fruto pouco calórico e bastante rico em fibras e vitaminas. Diz-se até ter mais vitamina C do que a laranja e o limão. A minha goiabeira já está a dar frutos, mas esta temporada em menor quantidade que o habitual e os frutos são um pouco mais pequenos. No entanto, o sabor está lá e as vitaminas também. Deve ser devido às mudanças climatéricas... sim porque já lá vai o tempo em que os Invernos por estas bandas eram amenos!

Com as festas e os afazeres que lhes estão associados, as visitas que recebemos e fazemos e o tempo invernoso a não ajudar, tem ido pouco ao quintal. Quem fica a ganhar são os pássaros que vão comendo as melhores goiabas... Eu não me importo de dividir com eles, mas este ano como são menos se não me cuido mal as provo. E é uma pena porque as goiabas nesta altura do ano são excelentes para ajudarem à dieta e a limpar o organismo dos excessos natalícios. Para além de serem pouco calóricas, têm fama de reduzir a absorção das gorduras e o colesterol.






Bora lá comer Goiabas!!